segunda-feira, novembro 20, 2006

Peça seu Whopper no BK Show

Depois da lendária e já um pouco antiga ação Subservient Chicken (quem não conhece, entre no link e veja o tanto que é bacana) que causou o maior burburinho na Internet e de algumas outras ações menos expressivas que eu não me lembro agora, o Burger King lança mais uma legal na web. Desta vez, a estratégia se mostra bastante madura no que diz respeito a uma das fortes características do momento atual da Internet e que eu tenho falado bastante aqui: colaboração e participação efetiva dos usuários na produção de conteúdo. Muitas marcas têm feito isso de pedir aos internautas que criem comerciais. Na grande maioria das vezes porém, o site ou hotsite criado com esse objetivo oferece o aparato para que o usuário produza o conteúdo e o espalhe por aí. Geralmente é simples e limitado (talvez medroso mesmo): alguns vídeos e trilhas sonoras prontas pro usuário montar um comercial do jeito que quiser, escrever alguma coisa e mandar pros amigos.

Na ação do BK, o usuário faz seu vídeo sozinho, em casa, com sua câmera, e manda pra eles. Essa proposta segue o conceito de uma campanha lançada há poucos dias onde alguns personagens fictícios (a modelo, o personal trainer, a militante do contra, o palhaço, a profissional de reality show) falam sobre como pedem um Whopper no BK (lembrando que o conceito mais usado na comunicação do BK é de que lá você pode pedir o lanche do seu jeito, do jeito que quiser). Pra falar a verdade, os vídeos feitos pela MPM com os tais personagens são bem chatinhos e muito sem graça. Estão passando na TV e na Internet, via Youtube, etc. Nos vídeos caseiros do concurso a idéia é a mesma: diga como você vai pedir seu BK e espalhe pros amigos na Internet. Pra não acabar apenas nisso, os vídeos participam de uma votação pelo site e o mais votado vai ser veiculado durante uma semana na MTV.

Talvez por terem feito vídeos tão bobocas eles resolveram pedir ajuda aos internautas (hahaha, duvido muito, mas... parece uma boa alternativa diante de uma campanha chata). Apesar de a campanha ter um bom conceito, eu me decepcionei um pouco com a MPM pelos vídeos produzidos pra Internet e pra TV; são muito sem graça. Mas a idéia de pedir ajuda pros internautas é sim bacana, oportuna e acho que pode salvar a campanha. Se foi uma correção proposital, foi bastante acertada. Tenho certeza que pode aparecer muita tosqueira, mas a chance de aparecer MUITO vídeo bom e melhor que os "oficiais" também é enorme. Vão aparecer milhares de comerciais da marca e o efeito viral virá naturalmente, sem forçar a barra. Olha só: cada usuário que faz um vídeo certamente manda pra todos os seus amigos pedindo votos, que votam e mandam pra mais gente. Muita gente entra no site, vê os vídeos, vota e manda os mais legais pra mais amigos. O viral vem com a marca do produto sendo espalhada e comentada. E melhor: é tudo feito por internautas e não pela agência, deixando tudo muito mais legal e espontâneo.

Olha esse molequinho que legal:





1 Comments:

At novembro 20, 2006 7:59 PM, Anonymous Anônimo said...

Hey, check out this site - these guys pay you up to 30 percent money back for all of your normal online purchases! How does it work? They give you the money they earn from their affiliates whenever you buy through them. Click here for more info

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home